Seg - Sex : 09:00 - 18:00
contato@efibras.com.br
+55 (11) 2613-0105

Blog

Lorem ipsum dollor sit amet

Por que devemos dar atenção à Necessidade de Capital de Giro

//
Postado Por
/
Comentário0
/
Categorias

Uma das constantes que ouvimos de empresários que estão com dificuldades financeiras nas suas empresas é “Não entendo porque tenho que descontar títulos, minha empresa dá lucro!” ou “Estou descontando títulos porque minha empresa está mal das pernas…”. Quando nos aprofundamos na conversa com estes empresários vamos descobrindo que normalmente as suas empresas são lucrativas e vão muito bem sim, o que eles negligenciam é a análise da necessidade de capital de giro (NCG).

Para ilustrar esta realidade, vamos tomar como exemplo uma empresa que vende com prazo de pagamento de 90 dias; compra seus insumos com pagamento em 60 dias; seu custo fixo com 30 dias e paga seu IR mensalmente, vamos ignorar o restante dos tributos para não poluir a tabela, então teremos:

DRE Jan Fev Mar Abr Mai Jun
Faturamento (+) 120.000,00 145.000,00 160.000,00 155.000,00 180.000,00 190.000,00
Custo Variável (-) 72.000,00 87.000,00 96.000,00 93.000,00 108.000,00 114.000,00
Custo Fixo (-) 20.000,00 20.000,00 20.000,00 20.000,00 20.000,00 20.000,00
LAJIR (=) 28.000,00 38.000,00 44.000,00 42.000,00 52.000,00 56.000,00
Juros (-)
LAIR (=) 28.000,00 38.000,00 44.000,00 42.000,00 52.000,00 56.000,00
IR(25%) (-) 7.000,00 9.500,00 11.000,00 10.500,00 13.000,00 14.000,00
Lucro Líquido (=) 21.000,00 28.500,00 33.000,00 31.500,00 39.000,00 42.000,00

LAJIR – Lucro antes dos juros e Imposto de renda
LAIR – Lucro antes do Imposto de Renda

Como vemos acima, é uma empresa que dá lucro todos os meses, ou seja, uma empresa saudável, vamos ver agora o seu Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC):

DRE Jan Fev Mar Abr Mai Jun
Faturamento (+) 120.000,00 145.000,00 160.000,00 155.000,00 180.000,00 190.000,00
Custo Variável (-) 72.000,00 87.000,00 96.000,00 93.000,00 108.000,00 114.000,00
Custo Fixo (-) 20.000,00 20.000,00 20.000,00 20.000,00 20.000,00 20.000,00
LAJIR (=) 28.000,00 38.000,00 44.000,00 42.000,00 52.000,00 56.000,00
Juros (-)
LAIR (=) 28.000,00 38.000,00 44.000,00 42.000,00 52.000,00 56.000,00
IR(25%) (-) 7.000,00 9.500,00 11.000,00 10.500,00 13.000,00 14.000,00
Lucro Líquido (=) 21.000,00 28.500,00 33.000,00 31.500,00 39.000,00 42.000,00

Observem que a empresa continua dando o mesmo lucro no período, R$195.000,00, mas tem uma Necessidade de Capital de Giro (NCG) de R$139.500,00, que é o ponto de menor saldo no fluxo de caixa.

Daí depreendemos que uma eficiente gestão da NCG nos permite mais ganho e lucro se temos o controle e a dimensão deste número, sendo que os juros destas operações servem para alavancar os lucros.

Como seria a performance desta empresa se ela não dispusesse do capital de giro necessário e não quisesse descontar os títulos? Certamente ela ficaria inviabilizada, isso acontece também quando a empresa dá um forte salto de faturamento.

O desconto de títulos é uma ferramenta segura para o empresário alavancar seus negócios de forma responsável, inteligente e a um custo que deve ser facilmente absorvido pelos seus resultados.

Deixe uma Resposta